Viajologia

Origem

A palavra Viajologia foi cunhada por Haroldo Castro em maio de 1986 e foi usada pela primeira vez em uma entrevista publicada no jornal O Estado de S. Paulo. O neologismo significa a arte e a ciência de viajar, considerando a experiência de viajar comparável a um período intenso de estudo.

Em 1994, Haroldo Castro, então residindo em Washington, DC, criou o Center of Travelology (Clube de Viajologia) e, com um grupo de amigos, preparou o primeiro Teste de Viajologia. A primeira versão do website Viajologia, amadora, também foi criada na mesma ocasião.

Dez anos depois, em dezembro de 2004, quando a revista Viagem & Turismo publicou a primeira crônica da série Viajologia, um novo site foi desenhado, oferecendo aos viajólogos o Teste Mundial de Viajologia, com a listagem de 223 países e territórios e os 150 Lances de Viajologia.

Em junho de 2007 nasceu o blog Viajologia, parte da revista Época, existente até hoje. Um arquivo com mais de 400 crônicas, publicadas semanalmente, abordam diferentes experiências de viagem, do Afeganistão ao Zimbábue.

Hoje

Dois provérbios africanos revelam a relação da viagem com o conhecimento. “Quem viaja, aprende” (do Zaire) e “Se você não viajou, estude” (dos Camarões). Os viajólogos sentem esta sinergia no sangue. Viajar é aprender com a alma.


Para colocar esta filosofia de vida em prática, a partir do Equinócio da Primavera de 2013, Viajologia tomou uma nova forma. Mantendo seu mesmo conceito – sublinhar a importância da experiência de viajar – Viajologia Expedições passa a ser também uma operadora que organiza jornadas exclusivas a destinos exóticos e inusitados, com um foco na descoberta de espaços e imagens admiráveis.

Não pretendemos levar você à Buenos Aires, Nova York ou Veneza. Queremos, sim, que você descubra as igrejas esculpidas na rocha em Lalibela, veja como vivem os nômades mongóis ou observe a força da natureza nos parques nacionais africanos.

Estas jornadas enriquecem o espírito e dão sentido a nossa vida!