BLOG CATEGORIES:
SEARCH THE BLOG:
26
May-2009

Safári no Quênia: como aprender com a natureza e os animais

Para me despedir dessa jornada pelas terras do Quênia, publico mais algumas fotos que não conseguiram entrar nas crônicas anteriores. A vida selvagem no Quênia – assim como em outros países, como a África do Sul, o Zimbábue ou a Tanzânia – é um espetáculo único que nos faz compreender melhor a força da natureza.

Muitas vezes, por ignorância ou prepotência, nós seres humanos achamos que somos os senhores do planeta e que as outras vidas são inferiores a nossa. Essa viagem me ensinou que devemos ser mais humildes frente aos gigantes da natureza – sejam elefantes e leões ou a fonte de água de Mzima e o monte Kilimanjaro. Asante sana, Kenya, muito obrigado!

absl-279-web60.jpgUm dos momentos maravilhosos dessa viagem – um dos Top Five – foi quando Fred e eu, em Amboseli, fomos cercados por 20 elefantes. Durante 35 minutos, eles estavam ao redor de nossa van e não podíamos nos mover. Passei o tempo fotografando a manada. Um deles estava tão perto que pude registrar com detalhes as acrobacias que ele fazia com sua tromba.

.

absl-875-web60.jpgComo que para celebrar a despedida do parque Amboseli, um velho leão macho apareceu na nossa frente. Além de fazer pose e suas necessidades fisiológicas, o leão também passou vários minutos deitado, bebendo a água do brejo Olokenya.

nkru-561-web60.jpgO lagarto agama (Agama agama) é comum nessa parte da África, ao sul do Saara. O macho dominante, principalmente na época do acasalamento, ganha cores pujantes: seu corpo torna-se azul e sua cabeça alaranjada. À noite, o macho volta a ser marrom escuro, a mesma cor da fêmea. Encontrei esse lagarto, também chamado de agama arco-íris, no topo do Precipício do Babuíno, no Parque Nacional Nakuru.

GnuAs planícies de Amboseli e o brejo de Olokenya congregam uma farta vida selvagem. O sempre presente gnu azul (Connochaetes taurinus) é um dos que mais costuma pastar e beber. Vive em grupo de até 30 cabeças, mas durante a migração anual, que passa por Maasai Mara, o número de gnus pode chegar a um milhão.

tsvo-324-web60.jpgOs charcos e lagos naturais do parque Tsavo Oeste também são ricos em peixes. Pela manhã, essa cegonha-de-bico-amarelo (Mycteria ibis) conseguiu capturar um belo desjejum, que foi engolido em poucos segundos. A ave não possui siringe – o órgão nas aves responsável pela produção e emissão de sons – mas é uma exímia caçadora.

tsvo-244-web60.jpgA última foto é a de Fred Sampuli Loonkishu, guia e motorista durante minha jornada nos parques do Quênia. A van Nissan na qual viajamos era equipada com um rádio de ondas curtas e, sempre que entrávamos em um parque nacional, o equipamento era acionado. Encontramos o chita e as duas leoas graças a esse eficiente sistema de troca de informações. Fred, asante sana!

0

 likes / 16 Comments
Share this post:
  1. Mara Barros /

    Pela primeira vez consigo ser a primeira aqui! Asante sana pra você também! Bjs

  2. Leoa Urbana /

    Que Deus te abençoe sempre com olhos de enxergar, essa capacidade de ir além do óbvio, de captar o sagrado e chamar a atenção para as pequenezas da alma humana. Precisamos mesmo deixar de sermos onipotentes para nos darmos conta da interdependência das coisas e de todas as criaturas. Quando nos colocamos como mais um no universo de possibilidades nosso foco muda e nossas necessidades também. Obrigado por você ser quem você é e por este trabalho incansável.
    Parabéns a Época por nos brindar com um profissional tão qualificado!

  3. Daiani Mistieri /

    Como sempre um prazer viajar com suas fotos e texto.
    Obrigada. Beijos. Daiani

  4. Eder /

    Realmente aprendemos muito com suas fotos e histórias, e em cada click conhecemos um pouco mais deste mundo maravilhoso que vivemos!
    abraços
    Eder

  5. Rosi Cheque /

    Oi HC!!! Quanto tempo. Estive viajando a trabalho e cheguei hoje em SP. Ufa! Que saudade do Viajologia!!! Meu lazer neste final de semana será ler suas últimas crônicas. Adorei o leão fazendo pose de despedida. Bjs em seu coração.

  6. vania /

    Com adjetivos tantos aqui, (boca aberta)… O que eh isto ?? Esta foto da cegonha.. O detalhe do olhar (eu consegui ver) do elefante e sua performance…. O lagarto azul/laranja. Fico emocionada cada vez que vejo um “Post Viajologia”!! Este amor, os ensinamentos q vc propoe em seu trabalho, unico tambem, soh seu… E humildemente aqui, diante de um tudo tao LINDO, devo agradecer por fotos maravilhosas e dias de leituras sabias e enriquecedoras ao meu conhecimento… Muito boa esta serie… Gostei muito mesmo !! vv

  7. Ariana de Curitiba /

    Fechamento com chave de ouro, arrasouuuuu. A natureza é maravilhosa ainda mais mostrada pelas suas fotos. abraços.

  8. elvira akchourin do nascimento /

    Haroldo, realmente, o ser humano tem muito a aprender com a natureza. Seus textos e fotos são lindos e sensíveis. Ficamos impressionados com o lagarto agama. Parabéns pela série, e que venham outras.

  9. Beatriz Moiana /

    Sabe o que mais me encanta nas suas palavras e imagens? É a paixão que elas contém.
    Gostaria de agradecer pelo fim de semana tão intenso e cheio de emoções. (sim, eu sou a canceriana que chegou atrasada nas aulas.rsrs)
    Parabéns pelo trabalho.
    Já estou esperando as próximas conquistas!
    Abraços da nova admiradora,
    Beatriz.

  10. Inaê Miranda /

    Oi, Haroldo.

    Realmente, a natureza, assim como o universo, é muito poderosa. Cheia de seres gigantes e fortes. Em toda ela, há muita sabedoria. Sabedoria que está além das nossas possibilidades compreender por completo em uma única vida.
    Mesmo nos surpreendendo, a cada segundo, com coisas lindas como as que você nos proporciona através do foco mágico de sua câmera, a natureza tem uma reserva infinita de surpresas, na maioria das vezes, agradáveis. Sendo assim, merece todo o nosso respeito e veneração.
    Mas isso tudo foi para dizer que tenho a natureza como Deus ou Deusa e você como seu discípulo top.
    Abraços

  11. Dandalunda /

    Mestre,

    Aprendi com você que as cores, caras, bocas, gestos e sensações – como o prazer e a dor – podem ser retratados. Quero continuar acompanhando o seu trabalho para aprender mais e mais.

    Abraço

  12. Júlia /

    Haroldo,

    Adorei todas as fotos. Tenho acompanhado o blog e a cada post me surpreendo. Estou ansiosa para descobrir o seu próximo destino. Longe ou perto?
    Abs

  13. Artemisia /

    fazia um tenpo que não entrava no seu blog, Mas acabei de abrir os ultimos posts da Africa. Que show! Realmente vale a pena tirar uns minutos da jornada de trabalho para contemplar essas maravilhas que a natureza e seu talento oferecem. Obrigada.

  14. Monica /

    Parabens pelas espetaculares fotos maravilhosas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Um dia quero estar frente a frente tb. desses gigantes da natureza!!!!!

  15. Nancy /

    Querido Haroldo,
    Como sempre foi um “prazer enorme” estar com você, através das lentes e textos, nesse Blog. Parabéns pelo seu lindo trabalho nos parques do Quênia.
    Beijos, Nancy do Rio

  16. Moniky Cruz /

    Fotos deslumbrantes!!!!

comment this post

You must be logged in to post a comment.

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
PRÓXIMA EXPEDIÇÃO NAMÍBIA
INSCRIÇÕES ABERTAS
APENAS 6 LUGARES

VIAGEM : DE 19 A 28 DE FEVEREIRO 2018
FAÇA SUA RESERVA!